Governo

20/03/2017

Richa autoriza mais 72 prefeituras a iniciarem processo de financiamento

O governador Beto Richa se reuniu nesta segunda-feira (20) com prefeitos de 72 municípios do Paraná, para autorizar os pedidos de financiamentos ao Estado. Os recursos, que somados chegam a R$ 55,85 milhões, são do Sistema de Financiamento dos Municípios, operacionalizado pela Fomento Paraná.
As prefeituras vão usar o dinheiro para obras de infraestrutura e compra de equipamentos. Após a autorização dada pelo governador, os projetos apresentados pelos municípios passarão por avaliação técnica da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e do Paranacidade.
Para Richa, é o investimento nos municípios que vai transformar o Estado. “Sempre tivemos sensibilidade com as demandas que os municípios apresentam, afinal de contas nosso governo tem característica municipalista”, disse. “Já fui prefeito e sei da dificuldade que todos nós enfrentamos por causa da gravíssima crise financeira sem precedentes que derruba de forma brutal as arrecadações”, acrescentou.
O governador também lembrou que o Estado fez o ajuste fiscal, o que possibilita ao Paraná a possibilidade de fazer repasses aos municípios. “Nosso ajuste já ajudou, no ano passado, o incremento na arrecadação dos municípios na ordem de 20%. O planejamento que aqui fizemos também garantiu em janeiro a transferência de 430 milhões de cota extra de ICMS”, complementou.
DESTINAÇÃO - O prefeito de Jaguariaíva, José Sloboda, pleiteia, junto ao Governo Estadual, R$ 4,5 milhões. O recurso será utilizado para a desapropriação de um terreno, onde vai ser instalado, até o primeiro semestre de 2018, um novo frigorífico para processamento de aves. “O município vai investir apenas R$ 4,5 milhões na desapropriação, mas o grupo que vai montar o frigorífico vai colocar mais 1,5 bilhão. A contrapartida da gente, portanto, é pequena em relação a tudo que vai representar ao município, como geração de 1400 empregos, impostos e renda”, acrescentou.
INFRAESTRUTURA – O prefeito de Tamboara, Antonio Carlos Cauneto, solicitou financiamento de R$ 400 mil, que será utilizado para reformas na cidade. “Nós queremos liberar 56 casas populares no município, mas nós só vamos conseguir isso se houver galerias e pavimentação, o que não temos ainda. Por isso, vamos usar esses recursos do governo estadual para construir o que é necessário para a liberação das residências”, disse.
Cauneto também ressaltou a parceria junto ao Estado. “O governador Beto Richa sempre deixa o leque de oportunidades aberto para os prefeitos, sempre deixando portas aberta e isso é importante pra nós”, acrescentou.
O prefeito de Santa Cecília do Pavão, Edimar Santos, disse que os recursos repassados pelo governo estadual são essenciais para o município. “Seria muito difícil fazer as obras que queremos, como colocação de galerias, asfalto e calçadas, se não fosse a ajuda do Estado”. Santos também lembrou da cota extra de ICMS repassada pelo Paraná no início do ano. “Isso nos ajudou muito na recuperação de estradas rurais e na colocação de mais ônibus para o transporte escolar”, contou.
(BOX)
Pavimentação asfáltica e compra de equipamentos serão priorizados
Dos 72 municípios paranaenses autorizados a iniciarem os pedidos de financiamento ao Estado, 70% aplicarão os recursos em melhorias nas estradas. Os investimentos pleiteados serão investidos em pavimentação asfáltica e compra de equipamentos para renovação de parques de máquinas.
“É uma área frágil que precisa de altos investimentos. A população tem nos cobrado para melhorar as ruas com recape e pavimentação onde não tem. Sem esta parceria com o governo do Estado seria impossível conquistar isso, neste momento de crise”, disse o prefeito de Cruzeiro do Oeste, Beto Sobrinho, que pleiteia R$ 1.5 milhão.
A revindicação é a mesma dos moradores de Indianópolis e Altônia, também no noroeste do Estado. Os prefeitos dos dois municípios buscam R$ 700 mil, que serão aplicados na revitalização de estradas e aquisição de pá carregadeira. A previsão é de conseguir recapear cerca de 2 km de vias dos bairros nas duas cidades. “Nós confiamos muito no Governo do Estado por tudo que já fez pelo município e agora, com esta liberação, confirmamos o compromisso que o governador tem com as cidades”, disse o prefeito de Indianópolis, Paulinho Mineiro.
ESTRADAS RURAIS – O município de Paulo Frontin, que tem cerca de 80% de áreas rurais, também busca recursos para estradas. Segundo o prefeito Sebastião Neto, caso seja aprovado o financiamento de R$ 1 milhão, os recursos serão investidos na compra de máquinas para adequação dos acessos às propriedades. “Estamos começando o escoamento da safra e as estradas rurais precisam de atenção, pois algumas estão em péssimas condições. O município sozinho não conseguirá melhorá-las, mas com o apoio do Governo do estado será possível”, disse.
PRESENÇAS – Participaram das solenidades os deputados estaduais Bernando Ribas Carli, Luiz Claudio Romanelli, Plauto Miró, Alexandre Guimarães, Pedro Lupion, Marcio Nunes, Hussein Bakri, Missionário Arruda, Fernando Scanavaca e Thiago Amaral; o diretor-geral da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano do Paraná, João Carlos Ortera, representando o secretário Ratinho Junior; e os prefeitos dos municípios.
Confira a lista dos novos municípios que foram autorizados a buscarem financiamentos junto ao Governo do Estado: Abatia, Assai, Colorado, Congonhinhas, Itambaracá, Joaquim Távora, Jundiaí do Sul, Moreira Sales, Nova América da Colina, Quatiguá, Querência do Norte, Rancho Alegre, Ribeirão do Pinhal, Salto do Itararé, Santa Cecília do Pavão, Santa Cruz do Monte Castelo, Santana do Itararé, Santo Antônio do Paraíso, São José da Boa Vista, Sapopema, Tamboara, Uraí, Altamira do Paraná, Altônia, Bela Vista do Paraíso, Iracema do Oeste, Irati, Itaguajé, Jaboti Vanderley, Piên, Pitanga, Pontal do Paraná, Prado Ferreira, Rio Azul, Rio Negro, Santa Inês, São Jerônimo da Serra, Sengés, Telêmaco Borba, Tomazina, Tunas do Paraná, Turvo, Espigão Alto do Iguaçu, Flor da Serra do Sul, Foz do Jordão, Honório Serpa, Morretes, Nova Prata do Iguaçu, Porto Barreiro, São João, Marquinho, Alto Paraíso, Alto Piquiri, Altônia, Cruzeiro do Oeste, Esperança Nova, Indianópolis, Ivaté, Luiziania, Mamborê, Paulo Frontin, Terra Boa, Anahy, Braganey, Cafelândia, Céu Azul, Corbélia, Formosa do Oeste, Guaraniaçu, Jesuítas, Santa Tereza do Oeste e Tupãssi.

Arquivo anexado:

Áudio:

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.